Marfrig confirma reabertura de frigorífico em Alegrete e deve contratar mais de 600 pessoas

Oito meses depois de anunciar o encerramento das atividades do frigrorífico de Alegrete, a Marfrig confirmou, na noite de terça-feira (14), que vai reabrir a unidade na fronteira oeste gaúcha. Em dezembro, foram demitidos todos os 648 funcionários da planta — que tinha capacidade de abate era de 700 cabeças de gado por dia.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Alegrete, a empresa anunciou que pretende contratar mais de 600 pessoas. Até o momento, conforme o secretário-geral da entidade, Roni Marteganha, já foram cadastrados — cerca de250 já passaram por exames pré-admissionais.

— A Marfrig vai priorizar aqueles que já têm experiência, por isso, vão chamar primeiro os que foram demitidos — afirmou o dirigente sindical.

Ainda conforme o sindicato, apenas cerca de 30% dos ex-funcionários da unidade de Alegrete conseguiram recolocação no mercado.