Rio Grande do Sul registra mais três mortes por gripe

Mais três pessoas morreram por gripe no Rio Grande do Sul, segundo divulgado nesta quinta-feira (3) pelo secretário de Saúde, João Gabbardo dos Reis. Foram dois homens e uma mulher. Com isso, o número de óbitos chega a 36 neste ano.

Uma das vítimas era um homem de 45 anos de Arroio do Meio, no Vale do Taquari. Segundo o secretário, ele não tinha doença crônica e não estava vacinado. Em análise, foi identificada que ele contraiu influenza B. A morte ocorreu no dia 1º de agosto.

A outra vítima foi um idoso de 61 anos de Porto Alegre, que tinha se vacinado. Ele apresentava doença cardiovascular crônica e diabetes. A morte ocorreu no dia 17 de julho por Influenza B.

O terceiro óbito é de uma mulher de 80 anos de Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A idosa apresentava doença cardiovascular crônica e tinha se vacinado. A morte ocorreu em 29 de julho por H3N2.

O secretário foi questionado nas redes sociais sobre a eficácia da vacina, já que duas das três vítimas foram imunizadas. “A vacina da gripe não tem eficácia de 100%, principalmente em pacientes com imunidade baixa”, explicou.

No último balanço da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgado em 27 de julho, havia 33 mortes.